• falacomigomasculin

Vantagens e desvantagens de ser homem

"Irmãos, a experiência em nossa reunião de hoje foi fantástica. É muito interessante percebermos através das palavras uns dos outros, como a toxicidade de uma mentalidade “macho” entranha-se em nossa existência. Conversar sobre isso nos ajuda a caminhar com mais entendimento e amorosidade, quanto mais em um mundo tão marcado pelo egoísmo. Encontrar suas fraquezas, preconceitos, tristezas e alegrias, isso nos coloca frente a frente com o nosso eu, e desmonta a construção equivocada com a qual trabalhamos durante nossa vida. Uma frase que ficou desse encontro de hoje foi: “As linhas da teia de nossa história, se tecem umas com as outras, essas experiências podem ser em amor e respeito, ou em ódio e egoísmo: Irmãos escolhamos!”. (D.O.)


"A PALAVRA pra descrever o encontro. Foi notável! Compartilhar sem restrições e censura favorece todo tema em realce. Quanto de nós temos da mulher? Tudo! Primeiro cenário existencial. Primeiro prazer foi com Ela! SEM ela quem sobreviveria? Qual a dificuldade pra entender que ao valorizarmos o que temos e somos nela, poderá aflorar o homem completo. Pense tudo, menos um homem sem parte de e da mulher." (G.)


"Inicio a reflexão com a interrogação trazida no final do encontro de hoje: Por que a mãe exige que a filha lave a própria calcinha, mas não solicita ao filho (macho) para lavar a cueca? Uma pergunta crucial que, ao ser vinculada à fala de Luciano, pode apresentar um embrião de resposta. Penso que não conseguirei traduzir com fidelidade o pensamento dele, mas há, sim, neste campo das relações humanas, forjado por uma cultura patriarcal e machista, mulheres que nos fazem mal e por “desconhecerem” essa “maldade”, em muitos casos, de modo inconsciente, não se dão conta dessa contribuição para o reforço de estereótipos. Aprendi com Paulo Freire – e não abro mão desse conhecimento - que é pela educação que a sociedade se transforma. Ou seja, conforme cita o grande mestre: “A educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo”. No caso, é preciso conjugar educação doméstica à educação escolar. Na condição de homens, é preciso que saibamos o nosso lugar no mundo ou, do contrário – conforme exige a metáfora - a nossa cueca será sempre lavada por mãos amigas que, grosso modo, são mãos que contribuem de mil maneiras para a continuidade das relações desiguais de gênero. Gostei do encontro! Parabenizo os idealizadores e cada um dos participantes!"




4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo